O conceito de Arena

Com os novos estádios, surge uma nova realidade: Estamos preparados para conviver com o diferente?

2

O padrão Fifa era um sonho distante, as arenas europeias que víamos apenas na TV pareciam impossíveis para nossa realidade, hoje estão presentes em nosso calendário, e outras ainda virão. Lugares adequados para respeitar o torcedor e o esporte. Pena que o conceito de Arena é um pouco antiquado na cabeça da população. As cenas que vimos em Brasília podem se tornar uma constante nas arquibancadas brasileiras. Afinal, onde está o erro?

Somos considerados o pais da tolerância e do respeito intercultural, não temos problemas entre religiões e nem rivalidades entre regiões, então por que somos uns verdadeiros boçais quando ocupamos uma arquibancada?

A resposta é óbvia e por isso mesmo é esquecida, EDUCAÇÃO, somos o país que 1não tem a tradição da educação, da valorização do ser humano, da civilidade. A sociedade brasileira fica refém dos desejos de poucos, e somos direcionados a soltar a energia em mobilizações desnecessárias.

Temos torcedores orgulhosos por terem “arenas” milionárias com dinheiro público, verba retirada da população que reclama das escolas, dos hospitais, da segurança e do transporte, mas aprova sua aplicação num estádio e que se tem a certeza que houve desvio e corrupção.

Será mesmo que os fins justificam os meios? É o mesmo sentimento dos moradores das comunidades dominadas pelo tráfico ou milícias, afinal, perdoamos porque eles cuidam da gente.

O conceito “arena” nasceu com a construção do Coliseu, e até hoje é usado em todos os estádios do mundo, mas os torcedores brasileiros não perceberam que a finalidade delas foi drasticamente alterada durante os séculos. O espetáculo de morte durante o Império Romano, hoje foi substituído pela arte do esporte, a celebração da união de todas as classes sociais pelo bem comum.

Se continuarem a permitir atos como os realizados em Brasília, fica inviável a aplicação das arenas pelo país. Elas nunca vão dar segurança aos torcedores e serão um convite ao conflito. Afinal, imagine como será um Palmeiras e Corinthians nas novas casas ano que vem?

Infelizmente pagamos pela nossa própria ignorância, sempre fomos conduzidos enquanto sociedade e sempre que nos é proposto dar uma resposta, caímos no caos e no vazio da inércia. Pelo bem de nossa sociedade, essa mudança não deve ser aplicada apenas no concreto, o conceito de arena deve ser formado no coração de cada cidadão brasileiro e assumido pela sociedade brasileira.

Ass: Gabriel Fini – Jornalista

Facebook: Gabriel Fini

finijor@hotmail.com
@gabrielfini

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: